Aplicações sofrem mudanças constantemente fazendo-se necessário contar com um processo contínuo de validação para manter a Confiabilidade dos produtos. Entretanto, teste de software muitas vezes não é executado sendo visto como uma etapa que dificulta a construção, atrasa a entrega do projeto, custa caro, entre outros fatores.

Porém, a boa notícia é que essa realidade vem mudando e, quando bem planejados, os testes garantem a melhoria na qualidade de produtos e serviços, proporcionam redução de gastos futuros, diminuem retrabalho e manutenção nos sistemas.

Abaixo, alguns bons motivos para estabelecer um processo contínuo de Teste na sua empresa:

  • Estabilizar as aplicações.
  • Verificar se os sistemas atendem os requisitos.
  • Identificar defeitos.
  • Construir software confiável e seguro.
  • Gerar qualidade e economia.
  • Gerenciar problemas.
  • Obter informações para tomada de decisão.

Então, para não negligenciar essa importante atividade em seus projetos e contar com os seus benefícios aqui vão algumas dicas.

Defina um processo de teste a ser seguido

Seguir um padrão definido e manter um processo contínuo de Teste mesmo que de maneira simples pode mudar a compreensão de relevância desta atividade. Isso quer dizer que não importa se os testes são realizados por uma única pessoa da equipe, desde que um processo minimamente estabelecido seja seguido, pois isso faz com que essa atividade deixe de ser algo informal para ser considerada como parte essencial no ciclo de desenvolvimento.

A pergunta que deve ser feita é: os testes são atividades regulares no processo de construção dos meus produtos de software?

Reflita sobre os itens abaixo:

  • A minha empresa utiliza alguma técnica formal para a identificação de defeitos como Teste de Software?
  • Existe padronização no registro dos bugs.
  • São definidos os tipos de teste necessários para os projetos?
  • São desenvolvidas as especificações de testes?
  • São criados planos de teste para serem executados durante os projetos?
  • Os integrantes da equipe possuem conhecimento e experiência sobre as atividades de teste?
  • São utilizadas ferramentas para automatizar atividades de gestão, planejamento e execução dos testes?

Além dessas questões é importante institucionalizar a importância do teste em todo o processo de desenvolvimento da empresa e definir métricas de acompanhamento das atividades para medir a produtividade e mensurar os resultados obtidos.

Tenha um cronograma de testes

Sabe-se que o período que antecede as entregas é por vezes estressante e para o projeto não atrasar o tempo dedicado aos testes geralmente é sacrificado. Ao fazer isso, frequentemente corre-se o risco de o processo de teste perder relevância no desenvolvimento. É claro que o prazo estabelecido deve ser cumprido, mas os testes não devem ser abandonados. Muitas vezes os clientes preferem aguardar um pouco mais para receber o produto do que aceitar algo sem a qualidade esperada.

É difícil, mas mesmo ao ouvir a frase “Nosso cronograma está atrasado” tente não cancelar a realização dos testes. Mantenha um cronograma dedicado a esta atividade que deve ser cumprido mesmo com as mudanças ocorridas no planejamento do projeto.

Utilize ferramentas de gestão

Sua empresa utiliza ferramentas adequadas para gerenciar os testes e controlar os defeitos encontrados durante os procedimentos de testes realizados?

Contar com visibilidade do projeto para tomada de decisão é essencial em um processo de garantia e controle da qualidade de software. Possuir dados centralizados para evitar problemas de comunicação entre os membros da equipe também é importante. Portanto, não basta apenas estabelecer o processo de teste, é preciso monitorar indicadores e gerenciar os processos para cuidar da saúde dos seus projetos.

O QualiGO é uma plataforma desenvolvida pela Testing Company para ajudar as empresas na gestão e controle da qualidade de software através da gestão de tarefas, gestão de testes e controle dos defeitos, tudo isso para manter um processo de teste definido e contínuo na sua empresa.

Precisa de ajuda para enfrentar esses desafios? Fale com um dos nossos Consultores.

Escrito por Cristiano Baumgartner
Co-Fundador da Testing Company / Especialista em Teste e Qualidade de Software